Fundação Criança participa do Simpósio Nacional de Fortalecimento do Sistema de Garantia de Direitos

Nos dias 04 a 07 de abril de 2017 os coordenadores dos serviços e programas da Fundação Criança participaram do Simpósio Nacional de Fortalecimento do Sistema de Garantia de Direitos – Etapa Sudeste e Encontro Nacional de Profissionais do SUAS. Empoderamento da Garantia de Direitos Humanos de Crianças e Adolescentes. Angela Letícia coordenadora do Serviço Especializado para Crianças e Adolescentes (Abordagem Social de Rua, Reencontro, e Força Tarefa); Josenildo Gonzaga coordenador do Programa Conexão – Conectando jovens ao Mundo do trabalho (CIT – Centro de Iniciação ao Mundo do Trabalho e Projetos Especiais); Marcia Urso coordenadora do CACJ – Cento de Atendimento à Criança e ao Jovem; Maria Lúcia coordenadora do CASE – Centro de Atendimento Socioeducativo e Magda Duarte coordenadora do Serviço de Acolhimento Institucional puderam compartilhar conhecimentos e experiências  com trabalhadores da Assistência Social e Conselheiros Tutelares de todo o Brasil nessa etapa de encontros que ocorreu em Aparecida/SP.

Para Angela Letícia coordenadora do Serviço Especializado para Crianças e Adolescentes “Participar do Simpósio Nacional de Fortalecimento do Sistema de Garantia de Direitos – Etapa Sudeste, Aparecida do Norte, S.P., propiciou um importante intercâmbio de experiências entre Profissionais do SUAS e Conselheiros Tutelares.  Percebeu-se  pelo “clima” alegre entre os participantes a satisfação pela efetivação de tão importante evento, tão raros são os  momentos em que operadores do SGD de todo o país podem se encontrar  para debater sobre desafios e promessas de uma atuação cada vez mais técnica e qualificada”

Já para Márcia Urso coordenadora do CACJ – Centro de Atendimento à Criança e ao Jovem “Participar do Encontro Nacional de Profissionais do SUAS proporcionou a oportunidade de conhecer profissionais de todas as regiões do pais, conhecer e compreender a diversidade no enfrentamento do trabalho nos territórios  desenvolvido pelos parceiros  junto as crianças, adolescentes e suas famílias.”

E por fim, segundo Magda Duarte coordenadora do Serviço de Acolhimento Institucional “O Simpósio buscou oferecer o aprimoramento de conhecimentos e discussão sobre os direitos  de crianças e adolescentes. Houve participação de diversos atores envolvidos no atendimento de crianças e adolescentes, e embora tenham sido abordados inúmeros temas desafiadores, o clima era de otimismo frente as perspectivas da Política de Assistência Social em nosso país, com troca de experiências e  melhores práticas.

A troca de experiências entre os operadores do SUAS e Conselheiros Tutelares foi rica, haja vista, serem escassas as possibilidades de reunião de profissionais de tantas regiões do país, sendo o evento um instrumento para novos conhecimentos e valorização das ações realizadas em nosso município.”